Other Languages

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Equipas portuguesas complicam apuramento



As equipas portugueses complicaram o apuramento. O empate em casa de FC Porto e Benfica na primeira jornada obrigava a vitórias ou empates nas deslocações a Leicester e a Nápoles. Isso não aconteceu porque as duas formações perderam, sendo que, os encarnados foram goleados. Os dois clubes necessitam de vencer os duplos confrontos, embora joguem o primeiro desafio fora de portas. No entanto, Dinamo Kiev e Club Brugge também não venceram nesta ronda. 

O Sporting venceu o Légia Varsóvia, mas o empate entre Dortmund e Real Madrid pode ser considerado um mau e bom resultado para os leões. 

Em duas jornadas apenas quatro equipas fizeram seis pontos. Barcelona, Leicester, Nápoles e Atlético Madrid assumem favoritismo, mesmo tendo adversários complicados nos grupos. 

A grande surpresa da ronda foi o empate a 3 entre Celtic e Manchester City. Um grande jogo que deu esperança aos escoceses. Na terceira jornada haverá um Barcelona - Manchester City. Nota para a boa participação do Copenhaga e do Mónaco que estão perto de se apurarem pela primeira vez para os oitavos-de-final. O Tottenham alcançou o primeiro triunfo na competição. 

Stats

Na segunda jornada, marcaram-se menos 3 golos que na primeira ronda, tendo-se registado apenas duas goleadas. A vitória do Copenhaga frente ao Club Brugge e a da Juventus em Zagreb. 

Nos goleadores não se registaram avanços de Messi e Aguero, mas Milik e Cavani juntaram-se aos dois argentinos. Neymar aumentou o número de assistências para cinco depois de ter oferecido o golo a Arda Turan. Existem vários jogadores com dois passes para golo. No capítulo dos remates, há um duelo interessante entre Pierre Emerick Aubameyang, Aguero e Di Maria. 

No capítulo da indisciplina, Traouré do Basileia aumentou o número de faltas para 9, mas agora tem a companhia de Arturo Vidal, Franco Vázquez e Gatskian com 8. O ex-leão Slimani marca golos, mas também já tem 7 faltas cometidas. 

Melhores da Jornada

Melhor Jogador
Ricardo Quaresma
O campeão da Europa foi decisivo no empate do Besiktas frente ao Dinamo Kiev ao marcar um grande livre. Quaresma ainda tentou levar a equipa para a vitória, mas a defesa ucraniana esteve impecável. O mustang pretende encantar a Europa do futebol depois do título europeu por selecções. Os adversários do grupo já sofrem com a qualidade do português. 

Melhor Equipa
Arsenal
Os gunners ficam sempre pelos oitavos-de-final da Champions League porque acabam a fase de grupos em segundo lugar. Nesta temporada a situação parece ser diferente por causa do empate em casa do PSG. Uma vitória no Emirates dará a qualificação no primeiro lugar. O Arsenal tem uma grande equipa que joga simples e com um toque. Walcott e Alexis Sánchez foram os heróis contra o Basileia

Melhor Jogo
Celtic - Manchester City
Um duelo intenso entre escoceses e ingleses. Uma partida fantástica com incerteza no resultado, sobretudo na primeira parte onde se marcaram quatro golos. O empate penaliza o City que vai defrontar duas vezes o Barcelona, podendo o Celtic sonhar com o apuramento se vencer os alemães. Seja como for, ninguém vai apagar o grande jogo no Celtic Park


Notas

+ Tottenham conquistou a primeira vitória na competição

+ Cristiano Ronaldo marcou o 95º golo na história da prova

- PSV continua sem somar vitórias, apesar da boa exibição frente ao Rostov. Os holandeses continuam sem se afirmarem entre os melhores clubes europeus

- O Bayern Munique está muito longe da forma evidenciada na temporada passada. A derrota frente ao Atlético Madrid podia ser maior se Griezmann tivesse concretizado a grande penalidade. 

Champions League. Noite de gala das equipas britânicas

Grupo C - 2ª jornada

Celtic 3 Manchester City 3

Golos: Dembelé 2, Sterling a.g - Fernandinho, Sterling, Nolito

Um grande jogo entre duas equipas britânicas. O resultado traduz o empenho de escoceses e ingleses no campo. O resultado mantém o Celtic vivo no apuramento porque nas duas próximas jornadas, o Manchester City joga com o Barcelona. 

Na primeira parte marcaram-se quatro golos, começando pelo Celtic e terminando com o tento de Nolito aos 28 minutos. O segundo tempo também se iniciou da mesma forma que a primeira parte. No entanto, os dois golos em 15 minutos foram fatais porque as equipas quebraram fisicamente durante o resto do jogo.

No período final, o City exerceu pressão sobre o adversário, mas sem consequências. 

Uma noite de gala no Celtic Park com todos os ingredientes favoritos dos adeptos britânicos. A diferença substancial de valores individuais que se revelou na primeira jornada esteve ausente da partida, tendo prevalecido a coragem, raça e vontade.

Man of the Match: Dembélé

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Champions League. Atlético ruma ao primeiro lugar do grupo

Grupo D - 2ª jornada

Atlético Madrid 1 Bayern Munique 0

Golo: Ferreira-Carrasco

Novo encontro entre as duas equipas e mais uma vitória para os colchoneros. O Bayern Munique de Carlo Ancelotti não tem a mesma força do ano passado. A vitória dos vice-campeões europeus pareceu fácil e podia ter sido maior se Griezmann tivesse concretizado a grande penalidade no final do jogo.

Nos desafios contra equipas mais fortes, o Atlético utiliza muito bem a organização defensiva, sendo que, tem sido mais eficaz sempre que se aventura no ataque por causa dos craques. 

A vitória coloca os espanhóis mais perto do primeiro lugar.

Man of the Match: Yannick Ferreira-Carrasco

Champions League. Ricardo Quaresma à procura de um lugar ao sol na competição

Grupo B - 2ª jornada

Besiktas 1 Dinamo Kiev 1

Golos: Ricardo Quaresma - Tsygarankov

A boa exibição de Ricardo Quaresma culminada com um grande golo de livre directo não foi suficiente para vencer os ucranianos e conquistar três pontos fundamentais, já que, o Benfica perdeu em Nápoles. 

O domínio do turcos foi evidente ao longo do jogo, com o campeão da Europa e Talisca em destaque. O brasileiro adaptou-se muito bem ao novo clube. O Dinamo Kiev aproveitava as oportunidades que a frágil defesa caseira ia dando. Numa dessas chances, Tsygarankov ofereceu um ponto importante que mantém três equipas na luta pelo segundo lugar. 

Man of the Match: Ricardo Quaresma

Champions League. Theo Walcott e Alexis Sánchez decisivos na primeira vitória europeia

Grupo A - 2ª jornada

Arsenal 2 Basileia 0

Golos: Theo Walcott

Os gunners pretendem fazer melhor do que na época passada, onde conseguiram passar à segunda fase com alguma sorte. Nesta temporada, o Arsenal está mais seguro e confiante graças à boa forma de Theo Walcott e Alexis Sánchez. Os dois foram os protagonistas dos golos marcados contra os suíços. 

A equipa de Wenger tem praticado um futebol bastante positivo, sempre com Walcott em evidência, seja nas assistências ou a marcar. O mesmo acontece com Alexis Sánchez que pode ser uma das figuras da prova. Não esquecer Mesut Ozil e outros que lutam todos os dias para o Arsenal regressar aos troféus.

Man of the Match: Theo Walcott

Champions League. Piqué termina com o sonho bonito dos alemães

Grupo C - 2ª jornada

Borussia Monchengladbach 1 Barcelona 2

Golos: Haxard - Arda Turan, Piqué

Os catalães tiveram dificuldades para ultrapassarem o Borussia. As equipas estavam com estados de espírito diferentes porque o Barcelona goleou o Celtic e os alemães foram goleados em Manchester. Ora, tudo estava encaminhado para mais um resultado desequilibrado. Isso não aconteceu.

O golo de Torgen Hazard aos 34 minutos trouxe justiça ao marcador porque o Borussia era a melhor equipa em campo. O Barcelona entrou na segunda parte decidido a vencer, mas a reviravolta só começou aos 65 minutos com um golo de Arda Turan. O turco fez o segundo consecutivo porque também marcou no fim-de-semana.

Nesta altura a pressão catalã era imensa e os alemães já se contentavam com o empate que os mantinha com o sonho aberto. Piqué desfez a possibilidade do Borussia ombrear com as equipas favoritas do grupo. 

Man of the Match: Piqué

Champions League. Jogo louco ainda não define terceiro lugar do grupo

Grupo D- 2ª jornada

Rostov 2 PSV 2

Golos: Poloz 2, Propper, Luuk De Jong

Um grande jogo na primeira parte com quatro golos, terminando com o tento de Luuk de Jong aos 47 minutos. 

As oportunidades de golo eram quase sempre concretizadas, com destaque para os dois golos de Poloz. Os holandeses tiveram de ir sempre à procura do prejuízo, nunca obtendo o domínio do jogo. 

O empate serve as ambições do PSV porque confere vantagem para a Liga Europa, mas os russos têm qualidade para vencer em Eindhoven. No entanto, as ambições dos holandeses em alcançarem melhores resultados europeus não pode ser uma realidade se continuarem a desperdiçarem pontos contra formações menos valiosas.

Man Of the Match: Poloz

Champions League. PSG opera reviravolta em quatro minutos

Grupo A - 2ª jornada

Ludogorets 1 PSG 3

Golos: Natanael - Cavani 2, Matuidi

O golo de Natanael poderia ser o início de um feito enorme dos búlgaros. O problema é que Ludogorets não aguentou a pressão e a qualidade dos campeões franceses. Matuidi empatou antes do intervalo. 

Na segunda parte, entrou em acção Edison Cavani com dois golos. O desafio manteve-se equilibrado até aos 56 minutos, mas os tentos do uruguaio terminaram com as ambições dos estreantes. 

O PSG conquista quatro pontos e o Ludogorets pode ter dito adeus ao sonho de se apurar, pelo menos para a Liga Europa, porque joga com o Arsenal duas vezes consecutivas. 

Man Of the Match: Edison Cavani

Champions League. Benfica regressa aos velhos tempos de Jorge Jesus

Grupo B - 2ª jornada

Nápoles 4 Benfica 2

Golos: Dris Mertens 2, Milik, Hamsik - Gonçalo Guedes, Salvio

Uma noite europeia para esquecer da equipa encarnada. O técnico Rui Vitória incluiu André Almeida no onze para fazer face aos três médios do adversário, retirando um avançado. O objectivo era adormecer as iniciativas ofensivas do Nápoles, mas os médios benfiquistas estiveram sonolentos durante toda a partida. No início o Benfica teve dois lances de perigo causados pelos laterais. A partir desse momento morreu. 

Os italianos também não estavam a ser dominadores e ofegantes como desejavam. O equilíbrio no jogo só poderia proporcionar golos de bola parada porque nenhuma formação se instalou no meio-campo contrário. Um erro da defesa encarnada permitiu Hamsik aproveitar um canto e um livre directo de Mertens na segunda parte, fechou as contas. Ainda houve tempo para Milik marcar de grande penalidade e Mertens bisar. 

As entradas de Gonçalo Guedes e Salvio foram importantes, já que, os dois foram responsáveis por alguma emoção no final da partida. 

A táctica de Rui Vitória falhou porque a inclusão de André Almeida não serviu para nada e com maior presença ofensiva talvez pudesse haver uma surpresa. O treinador encarnado quis surpreender o adversário com contra-ataques.  A estratégia estava bem pensada, embora não tivesse sido bem executada. A titularidade de Carrillo voltou a não ser útil porque o peruano não jogou nada. Em poucos minutos no campo, Salvio fez um golo. 

A situação do Benfica no grupo só não se complicou bastante porque Besiktas e Dinamo Kiev empataram. O Nápoles só precisa de vencer os jogos em casa para se apurar. As restantes equipas irão lutar pela segunda vaga e a oportunidade de serem repescados para a Liga Europa. O Benfica devia disputar com os italianos o primeiro lugar, mas tem de se contentar com sofrimento nos jogos com formações bastante mais fracas. 

Man of the Match: Dris Mertens

Champions League. Viagem tranquila do campeão italiano a Zagreb

Grupo H - 2ª jornada

Dinamo Zagreb 0 Juventus 4

Golos: Pjanic, Higuain, Dybala, Dani Alves

Os campeões italianos somaram a primeira vitória após o empate contra o Sevilha. Os croatas não devem causar problemas aos restantes favoritos. Sete golos sofridos e nenhum marcado mostram a fragilidade da equipa.

A Juventus não teve que se esforçar muito para conquistar os três pontos, tendo contado com a inspiração e boa finalização dos melhores jogadores.

Man of the Match: Gonzalo Higuain