Other Languages

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

2ª jornada



O Las Palmas partilha a liderança do campeonato com o Real Madrid e Barcelona. Surpreendentemente a equipa das canárias tem melhor diferença de golos que os dois gigantes espanhóis, aproveitando a ausência de golos dos trios maravilha BBC e MSN por ainda não estarem completos devido à lesão de Cristiano Ronaldo e à presença de Neymar nos Jogos Olímpicos. No entanto, na próxima ronda os protagonistas já estarão nos relvados.

Quem continua sem marcar é o Atlético Madrid, que empatou no terreno do estreante Leganés. Apesar da artilharia, os colchoneros foram ineficazes e a liderança está a 4 pontos de distância. Nada preocupante, mas se Real e Barça não têm adversários correm o risco de fazerem um campeonato à parte. 

3ª jornada



Os dois clubes de Manchester e o Chelsea ocupam a liderança do campeonato, com os Citizens em vantagem devido à melhor diferença do golos marcados e sofridos. 

A diferença de valores entre os três líderes e os restantes clubes começa a fazer-se sentir. No entanto, na Premier League não se pode garantir nada, mas é um facto que Manchester City, Manchester United e Chelsea têm jogadores de altíssimo nível. 

Na próxima jornada os blues podem aproveitar o possível empate entre City e United. O primeiro grande duelo entre Mourinho e Guardiola tem lugar no dia 10 de Setembro em Old Trafford. 

A terceira jornada fica marcada pela primeira vitória do campeão Leicester e do Arsenal. Os dois clubes ficam mais motivados no regresso dos campeonatos. O Liverpool continua sem vencer após o bom resultado na primeira ronda contra o Arsenal. O facto de ainda não ter jogado em casa porque o estádio continua em obras pode ser uma razão para o mau arranque. 

Próxima jornada:
Manchester United vs Manchester City
Arsenal vs Southampton
Bournemouth vs West Bromwich Albion
Burnley vs Hull
Middlesborough vs Crystal Palace
Stoke vs Tottenham
West Ham vs Watford
Liverpool vs Leicester
Swansea vs Chelsea
Sunderland vs Everton

3ª jornada



Os leões assumiram a liderança do campeonato após a vitória sobre o FC Porto. O triunfo por 2-1 garante o primeiro lugar isolado, constituindo uma motivação extra. As equipas de Jesus costumam ser bastante fortes quando chegam ao topo.

Numa segunda linha estão várias equipas com 7 pontos, sendo que, os dragões e vimaranenses têm 6 pontos. 

Ao fim de três jogos só existe dois clubes com zero pontos, embora o Nacional tenha um jogo a menos. O Estoril ainda não conseguiu pontuar.

A jornada teve grandes jogos como o Boavista x Desp.Chaves e o Vit.Setúbal x Arouca. Os dois Vitórias evoluíram bastante para a nova temporada, assumindo outros objectivos além da tradicional luta pela manutenção.O Rio Ave de Nuno Capucho também promete. Em termos de qualidade nota-se uma diferença entre 10 equipas e as restantes, que só será confirmada nas próximas jornadas

Melhor jogo

Boavista vs Desp.Chaves
As duas formações parecem estar a um bom nível. Os quatro golos no Estádio do Bessa, com boa casa, mostram a qualidade dos planteis. O Chaves tem condições para ser uma boa surpresa e o Boavista vai voltar a tornar o Bessa um inferno para os adversários. Durante 90 minutos ninguém ficou satisfeito com o empate. 

Melhor Equipa
V.Setúbal - Os sadinos voltaram a ganhar no Bonfim. O técnico José Couceiro foi buscar jogadores portugueses com vontade de triunfar. Os primeiros jogos mostram uma equipa atacante com velocidade, boas combinações e qualidade, embora falte acerto na finalização. Os setubalenses não têm um grande ponta-de-lança. mas o fio de jogo subsiste em torno de avançados móveis como João Amaral, André Claro e apoia-se no meio campo constituído por Costinha. Nunca ouviu falar deles? É melhor habituar-se porque o Vitória vai lutar pelos dez primeiros lugares

Sinal +

Gelson Martins -  O avançado do Sporting esteve em grande no clássico. A saída de João Mário pode ter aberto as portas do onze ao jovem craque, embora as novas contratações sejam de peso. No entanto, Gelson tem a vontade que faz a diferença-

Sinal -

Iker Casillas - O guardião espanhol justificou a derrota do FC Porto em Alvalade com as arbitragens. Os dois golos leoninos não são frangos, mas parece existir falta de competência, em particular no segundo golo. Uma coisa é certa. O guarda-redes já não oferece a segurança de outros tempos. Os constantes protestos revelam algum cansaço com os próprios erros.

Primera División. Lanús inicia defesa do título com vitória sobre Boca

1ª jornada

Lanús 1 Boca Juniores 0

Golo: Acosta
Craque do Jogo: Marcelino Moreno(Lanús)

O campeonato argentino arrancou com um Lanús-Boca Juniores. Nesta temporada, o novo formato contempla 30 equipas que se vão defrontar entre si, mas apenas uma vez. Não existe duas voltas como acontece nas ligas europeias.

O campeão Lanús venceu o Boca Juniores por 1-0 com golo de Acosta, após uma jogada individual de Marcelino Moreno. O desafio teve poucas oportunidades porque as equipas ainda se encontram numa fase inicial da temporada. No entanto, isso não impediu os dois técnicos de apostarem em três homens no ataque. O Boca colocou três homens atrás do ponta-de-lança Benedetto. 

O futebol de ataque não se traduziu em oportunidades, tendo sido apenas marcado um golo que deixa os adeptos do Lanús bastante satisfeitos.

domingo, 28 de agosto de 2016

Liga NOS. Triunfo justo ao cair do pano

3ª jornada

Rio Ave 1 Feirense 0

Golo: Rafa
MVP: Rafa - Semedo

O golo de Rafa aos 90 minutos trouxe justiça ao resultado porque os vila-condenses foram os únicos que quiseram levar os três pontos. O Feirense mostrou insegurança e satisfeito com o pontinho. A típica atitude de José Mota custou três pontos e a permanência nos lugares de baixo da tabela. 

O Rio Ave ganhou o primeiro jogo depois de ter perdido e empatado neste campeonato. Os resultados traduzem o crescimento de forma da equipa orientada por Nuno Capucho. 

Liga NOS. Sadinos continuam a espalhar qualidade

3ª jornada

V.Setúbal 2 Arouca 0

Golos: João Amaral, André Claro
MVP: João Amaral - Rafael Bracalli

Uma grande exibição dos sadinos perante o europeu Arouca, confirmando o bom momento das duas jornadas anteriores ao dominarem o Arouca no Bonfim. O mais interessante nesta equipa é o potencial de crescimento de alguns jogadores que eram desconhecidos. No entanto, ao fim de três jornadas o público português sabe o nome de João Amaral, Geraldes, Fábio Pacheco e Costinha. 

A competência de José Couceiro também não pode ser esquecida, embora também hajam alguns jogadores da temporada passada que brilharam na primeira volta, como é o caso de André Claro e Issoko, além dos reforços Bruno Varela e Nene Bonilha. Um plantel de luxo para uma formação cujo objectivo é a manutenção. 

O Arouca não conseguiu impor o jogo que queria, talvez por causa do resultado contra o Olympiacos. O único problema da equipa de Lito Vidigal é saber que vai ter de defrontar alguns adversários que também subiram de nível. O V.Setúbal é um exemplo.

Liga NOS. Axadrezados e flavienses com ambições no campeonato

3ª jornada

Boavista 2 Desp.Chaves 2

Golos: Schembri, Fábio Espinho - Elhouni, Perdigão
MV P: Fábio Espinho - Perdigão

Um jogo com quatro golos merece ser sempre destacado, mesmo perante duas equipas que lutam pela manutenção. No entanto, o futebol praticado no Estádio do Bessa (com boa casa) indica que boavisteiros e flavienses irão lutar pelo top ten da classificação.

Durante 90 minutos, houve constante procura pelo golo com alternância de resultado. O Boavista começou melhor, mas o Chaves terminou a partida em superioridade. As duas equipas são uma imagem fiel dos treinadores. Agressividade e organização nos nortenhos e bola no pé por parte dos transmontanos. Ainda não há destaques individuas porque o colectivo prevalece, sobretudo nos portuenses. No Chaves, Perdigão pode ser uma surpresa.

O jogo trouxe um empate justo, mas também a certeza que poucas equipas vencerão no Bessa e o Chaves adopta uma postura positiva em qualquer campo. 

Liga NOS. Sporting fica sozinho na liderança do campeonato

3ª jornada

Sporting 2 FC Porto 1

Golos: Slimani, Gelson Martins - Felipe
MVP: Gelson Martins - Otávio

O resultado do primeiro clássico da temporada ficou decidido na meia-hora de jogo, altura em que as duas equipas tiveram mais velocidade, construindo várias situações para marcar, cabendo ao portista Felipe abrir o período frenético com um golo, mas o Sporting respondeu atempadamente e antes que os dragões colocassem gelo na partida. 

A reacção sportinguista foi fantástica impulsionada por Bruno César, Bryan Ruiz, Gelson Martins e Slimani. Um quarteto de luxo que não teve medo do adversário, que se apresentou em 4x3x3. 

A vantagem dos leões ao intervalo permitiu a Jesus controlar as operações no resto da partida. Nesta fase da temporada ainda existe pouco ritmo nas pernas dos jogadores, pelo que, as poucas ocasiões surgiram sempre que as equipas se encontravam desequilibradas. Os treinadores procuraram aproveitar o erro do adversário, em vez de correr riscos. 

Nenhum técnico conseguiu melhorar a produção com as substituições, apesar dos nomes que se estrearam no tapete de Alvalade. Óliver Torres regressou, mas não teve influência e os falhanços de Joel Campbell só foram perdoados pelos adeptos porque se tratou do primeiro jogo com a camisola do Sporting.

A vitória permite ao Sporting ficar isolado no campeonato, à semelhança do que aconteceu no início da temporada transacta. Os leões partem em vantagem no arranque da segunda fase da prova, mas sem João Mário e talvez Slimani. As várias contratações permitem aos adeptos sonhar, só que alguns jogadores podem não corresponder às expectativas. Por outro lado, os dragões têm qualidade e a vontade que faltou na época passada, com o meio-campo mais forte. A defesa e o ataque ainda precisam de um reforço antes do fecho do mercado. 

Liga NOS. Madeirenses conquistam primeira vitória

3ª jornada

Moreirense 0 Marítimo 1

Golo: Fransérgio
MVP: Francisco Geraldes - Fransérgio

Os madeirenses contrariam o favoritismo dos cónegos e venceram por 0-1. Um golo de Fransérgio alivia a pressão sobre o técnico Paulo César Gusmão. A experiência acabou por ser mais forte, apesar da boa resposta por parte do Moreirense sempre com Francisco Geraldes como figura principal. 

Naturalmente que o Marítimo se remeteu à defesa depois de ter conquistado o golo. Paulo César Gusmão terá pensado que seria melhor vencer pela margem mínima do que morrer na praia....

Premier League. City visita Old Trafford na liderança do campeonato

3ª jornada

Manchester City 3 West Ham 1

Golos: Raheem Sterling 2, Fernandinho - Michail Antonio

Uma vitória importante após os resultados do fim-de-semana, mesmo estando apenas na terceira jornada. O triunfo do rival obrigava a uma declaração de superioridade por parte da equipa de Guardiola antes da visita a Old Trafford no dia 10 de Setembro.

A qualidade do City é inegável. Aos 20 minutos já estava 2-0 e o West Ham não conseguiu voltar ao jogo antes do intervalo. Quando um adversário tem jogadores como Sterling, Nolito, David Silva e Aguero não se pode pensar em aventuras no ataque. No entanto, os hammers também têm jogadores com nível, mas os dois golos iniciais foram fatais.

No segundo, o golo de Michail Antonio ainda relançou a partida, só que o City controlou sempre as operações. Quem possui jogadores com a classe de Fernandinho não precisa de ter preocupações, mesmo tendo apenas um golo de vantagem.